6 de ago de 2010

1 The Atacama Desert

Neste módulo, você vai encontrar um texto sobre o Deserto do Atacama. Acompanham o texto algumas questões (com sugestões de respostas), além de material de apoio (vocabulário e apostila gramatical) e material complementar (vídeos, jogos, animações, etc.). A apostila gramatical deste módulo aborda o presente simples. Bons estudos!




The Atacama desert in Chile is a spectacular place. There is very little vegetation, and it looks like the moon – in fact NASA tested their lunar vehicles there. There are some very big volcanoes. Almost nobody lives there but there are some small villages on the edge of the desert. Life is hard and everything needs to be imported – food, building materials, and of course water.

In 1971 it rained in the Atacama. People were amazed because the last time it rained there was 400 years earlier, in 1570! It is the driest place in the world. But in the village of Chungungo they are now getting water from the fog clouds which come from the sea. Daisy Sasmaya, a villager, says, ‘We are very happy because now we can have a shower every day and we can water our plants every week’.

The sky over the Atacama desert is hardly ever cloudy, so it is one of the best places in the world to see the stars. The biggest observatory in the world is being built on top of a mountain. ‘It’s the purest air in the world’, says journalist Hugh O’Shaughnessy. ‘At night the sky is incredibly clear – you feel that there is nothing between you and Mars’.

(texto adaptado de New English File)

QUESTÕES

1 – O que a NASA faz no deserto do Atacama?
2 – Como é a vida das pessoas que moram nas aldeias próximas do deserto?
3 – Como a aldeia de Chungungo consegue água?
4 – Qual a relação entre o clima do deserto e a construção de um observatório?
5 – Que tempo verbal (pretérito / presente / futuro) predomina no texto? Por que esse tempo verbal predomina no texto?
6 – Observe as frases abaixo. Todas essas frases têm o verbo to be. Localize o verbo to be em cada frase e determine se, na frase, ele tem o sentido de "ser" ou "estar".
    a) The Atacama desert in Chile is a spectacular place.
    b) Life is hard.
    c) It is the driest place in the world.
    d) We are very happy because now we can have a shower every day...
    e) The sky is hardly ever cloudy.
    f) It is one of the best places in the world to see the stars.
    g) It’s the purest air in the world.
7 – Observe as frases abaixo. Todas essas frases também têm o verbo to be, mas agora com um sentido diferente, que não é nem "ser" nem "estar". Então, que sentido têm as expressões "there is" e "there are"? Quando se usa "there is" e quando se usa "there are"?
    a) There is very little vegetation.
    b) There is nothing between you and Mars.
    c) There are some very big volcanoes.
    d) There are some small villages on the edge of the desert.

RESPOSTAS SUGERIDAS (clique em "exibir")
1 – A NASA testa veículos lunares lá, pois o ambiente é muito parecido com a lua – é um lugar seco e sem vegetação.
2 – A vida é difícil e tudo precisa ser importado (comida, água, materiais para construção...).
3 – A aldeia de Chungungo consegue água da neblina que vem do mar.
4 – O clima do deserto do Atacama é propício para a construção de um observatório. Como o clima de lá é muito seco, praticamente não há nuvens e o céu fica “limpo”, permitindo uma boa observação.
5 – Predomina o presente, pois o texto expõe vários fatos e descreve como o deserto é no momento.
6 – a) The Atacama desert in Chile is a spectacular place: sentido de "ser" (o deserto do Atacama É um lugar incrível).
     b) Life is hard: sentido de "ser" (a vida É dura).
     c) It is the driest place in the world: sentido de "ser" (É o lugar mais seco do mundo).
     d) We are very happy because now we can have a shower every day: sentido de "estar" (nós ESTAMOS muito felizes porque agora podemos tomar banho todo dia...). Observação: se a frase fosse somente “we are very happy”, fora de contexto, o verbo to be poderia significar tanto "ser" quanto "estar". No entanto, na frase toda, “we are very happy because now we can have a shower every day...”, apenas o sentido “estar” é possível para o verbo to be, tendo em vista o contexto e o sentido da frase como um todo.
     e) The sky is hardly ever cloudy: sentido de "ser" ou "estar" (o céu raramente É / ESTÁ nublado)
     f) It is one of the best places in the world to see the stars: sentido de "ser" (É um dos melhores lugares do mundo para ver as estrelas).
     g) It's the purest air in the world: sentido de "ser" (É o ar mais puro do mundo).
7 – As expressões "there is" e "there are" têm o mesmo significado que o verbo "haver" ou "existir", em português. "There is" é usado quando o que segue está no singular, enquanto "there are" é usado quando o que segue está no plural.
     a) There is very little vegetation. ( pouca vegetação)
     b) There is nothing between you and Mars. (Não nada entre você e Marte)
     c) There are some very big volcanoes. ( alguns vulcões muito grandes)
     d) There are some small villages on the edge of the desert. ( alguns vilarejos nas margens do deserto)


VOCABULÁRIO

Glossário monolíngue (inglês-inglês)
amazed: greatly surprised.
build: to construct.
building: related to constructions.
cloud: a collection of particles of water suspended in the air.
cloudy: full of clouds.
dry: arid, without moisture.
edge: border, margin.
fog: similar to cloud.
hardly ever: rarely.
import: to bring from other place.
look like: to appear to be.
Mars: the planet fourth in order from the sun.
moon: the Earth’s natural satellite.
vehicle: automobile.
village: small community or group of houses.
water: to sprinkle or moisten with water.


Glossário bilíngue (inglês-português)
amazed: maravilhados, pasmos.
between: entre (preposição).
build: construir.
building: de construção.
cloud: nuvem.
cloudy: nublado.
dry: seco, árido.
edge: margem, beira.
fog: nevoeiro, neblina.
hardly ever: raramente, quase nunca.
import: importar.
last: último.
look like: parecer, ter semelhança.
Mars: o planeta Marte.
moon: lua.
over: sobre, por cima.
so: então, assim.
vehicle: veículo.
village: vilarejo, aldeia.
water: aguar, regar.


APOSTILA GRAMATICAL
1. Presente Simples

O presente simples geralmente é usado para expressar hábitos/rotinas ou para falar de fatos/verdades universais.

Exemplos:

I water my plants every day. (rotina/hábito)

The Atacama Desert is in Chile. (verdade universal)

2. Construção das formas afirmativa, negativa e interrogativa

A seguir, mostraremos como é a construção da forma afirmativa, negativa e interrogativa em inglês, no presente simples. Primeiro, mostramos como essa construção se dá quando o verbo principal é o “to be” (ser, estar). Depois, mostramos como essa construção se dá com os demais verbos.

2.1. Verbo “to be”

2.1.1 AFIRMATIVA

Sujeito + verbo to be (am, is, are) + complemento.

Exemplos:
I am interested in the Atacama Desert.
You are intelligent.
Hugh O’Shaughnessy is a journalist.
Daisy Sasmaya is a villager.
The Atacama Desert is a spectacular place.
We are very happy.
People are amazed.

2.1.2 NEGATIVA

Sujeitoverbo to be (amisare+ not + complemento.

Exemplos:
I am not interested in the Atacama Desert.
You are not intelligent.
Hugh O’Shaughnessy is not a journalist.
Daisy Sasmaya is not a villager.
The Atacama Desert is not a spectacular place.
We are not very happy.
People are not amazed.

2.1.3 INTERROGATIVA

Verbo to be (amisare+ sujeito + complemento ?

Exemplos:
Am I interested in the Atacama Desert?
Are you intelligent?
Is Hugh O’Shaughnessy a journalist?
Is Daisy Sasmaya a villager?
Is the Atacama Desert a spectacular place?
Are we very happy?
Are people amazed?

2.1.4 Contrações possíveis:

I am = I’m
You are = You’re
He is = He’s
She is = She’s
It is = It’s
We are = We’re
They are = They’re

I am not = I’m not
You are not = You’re not = You aren’t
He is not = He’s not = He isn’t
She is not = She’s not = She isn’t
It is not = It’s not = It isn’t
We are not = We’re not = We aren’t
They are not = They’re not = They aren’t

2.2. Outros verbos

2.2.1 AFIRMATIVA

Sujeito + verbo + complemento.


Exemplos:
I like the Atacama Desert.
You feel that there is nothing between you and Mars.
Hugh O’Shaughnessy observes the stars
.
Daisy Sasmaya says “we are very happy”
.
Everything needs to be imported
.
We water our plants every week
.
Some villagers live there
.

2.2.2 NEGATIVA

Sujeito + do/does + not + verbo + complemento.

Exemplos:
I do not like the Atacama Desert.
You do not feel that there is nothing between you and Mars
.
Hugh O’Shaughnessy does not observe the stars
.

Daisy Sasmaya does not say “we are very happy”
.
Everything does not need to be imported
.
We do not water our plants every week
.
Some villagers do not live there
.

2.2.3 INTERROGATIVA

Do/does + sujeito + verbo + complemento ?

Exemplos:
Do I like the Atacama Desert?
Do you feel that there is nothing between you and Mars?
Does Hugh O’Shaughnessy observe the stars?
Does Daisy Sasmaya say “we are very happy”?
Does everything need to be imported?
Do we water our plants every week?
Do some villagers live there?

2.2.4 Contrações possíveis:

Do not = don’t
Does not = doesn’t

2.2.5 Observação 1:

Somente a 3ª pessoa do singular (he, she, it) flexiona-se. Essa flexão na maioria das vezes se dá com o simples acréscimo do -s à forma infinitiva. Há, contudo, alguns casos especiais:

Verbos terminados em vogal seguida de y → + s.
   Exemplo: say → says.

Verbos terminados em consoante seguida de y → - y + ies.
   Exemplo: study → studies.

Verbos terminados em x, ch, sh, s, o → + es.
   Exemplos: fix → fixes; watch → watches; finish → finishes; kiss → kisses; do → does.

Exceção: have → has.

2.2.6 Observação 2:

Nas formas negativa e interrogativa em inglês, há o verbo auxiliar to do, que acompanha o verbo principal da oração. No tempo presente, o verbo to do realiza-se como does para a 3ª pessoa do singular, enquanto o verbo principal deixa de ter a flexão da 3ª pessoa do singular.

Exemplos:
AFIRMATIVA: Hugh observes the stars.
NEGATIVA: Hugh does not observe (observes) the stars.
INTERROGATIVA: Does Hugh observe (observes) the stars?

Note que, na afirmativa, há uma marca de 3ª pessoa do singular, já que estamos falando de Hugh. O verbo observe conjugado na 3ª pessoa do singular é observes, marcado pelo s. No entanto, nas formas interrogativa e negativa, o verbo observe volta à sua forma base, pois já existe o auxiliar does flexionado e, portanto, já representando a 3ª pessoa do singular. Isto é, a marca da 3ª pessoa do singular só aparece no verbo auxiliar, e não no verbo principal da oração, evitando a redundância. Para as demais pessoas (1ª e 2ª do singular e 1ª, 2ª e 3ª do plural), o verbo to do realiza-se como do no presente.


TESTE SEUS CONHECIMENTOS!


1. Piratas
Neste jogo, você deve escolher a alternativa correta para completar as sentenças. As sentenças devem ficar no tempo presente simples. Lembre-se do que você viu na apostila gramatical. Have fun!


2. Atire nos inimigos
Neste jogo, você deve atirar no inimigo para marcar pontos. Depois, deve escolher a alternativa que melhor completa cada sentença. As sentenças devem ficar no tempo presente simples.


3. Complete as sentenças
Neste exercício, você deve arrastar os verbos dados para os espaços em branco, de forma a dar sentido ao texto. Os verbos estão todos no presente simples. Good luck!


MATERIAL COMPLEMENTAR

Jogo - Forca: Neste jogo de forca (hangman), você deve adivinhar o verbo que melhor completa as sentenças, para não ser enforcado. O tempo verbal é sempre o presente simples.

Jogo - Forca: Neste jogo de forca (hangman), você deve adivinhar o verbo que melhor completa as sentenças, para não ser enforcado. O tempo verbal pode ser o presente simples, o presente contínuo, ou o presente perfeito.

Jogo - Rotina do Mr. Bean: Neste jogo, você deve encontrar a sequência correta da rotina de Mr. Bean. O tempo verbal usado para falar de rotinas é o presente simples. Preste atenção nos horários!

Jogo - Rotina de Susan: Neste jogo, você deve encontrar a sequência correta da rotina de Susan. O tempo verbal usado para falar de rotinas é o presente simples.

Jogo - Memória/rotina: Neste jogo da memória, você deve encontrar os pares de ações que realizamos na rotina do dia-a-dia. O tempo verbal é o presente simples.

Jogo - Cobras e escadas: Neste jogo, você deve completar corretamente as sentenças com o presente simples ou com o presente contínuo (tópico tratado no módulo 15), para poder jogar o dado e se mover no jogo. Ao final, você pode checar as suas respostas.

Exercício - Ligue as frases: Neste exercício, há várias frases no presente simples. No entanto, elas estão "cortadas" ao meio. O seu trabalho é ligar o começo com o fim da frase, de modo a formar frases corretas.

Exercício - Ligue as frases: Neste exercício, você deve ligar as perguntas com suas respectivas respostas curtas, no presente simples.

Exercício - Complete as frases: Neste exercício, você deve digitar nos espaços em branco algumas short answers (respostas curtas) no presente simples para completar o texto.

Exercício - Complete as frases: Neste exercício, você deve colocar nos espaços em branco o verbo correto, no presente simples, para completar o texto.

Exercício - Agrupe as frases: Neste exercício, há várias frases e todas estão no presente simples. Você deve agrupá-las de acordo com o uso: "ações regulares", "fatos", "fatos futuros" e "pensamentos e sentimentos".

Exercício - Coloque na ordem certa: Coloque as palavras em ordem para formar sentenças interrogativas no presente simples. Lembre-se do que você estudou na apostila gramatical!

Exercício - Do, does, don't ou doesn't: Neste exercício, você deve completar os espaços em branco com do, does, don't ou doesn't.

Exercício - Escolha o verbo correto: Neste exercício, você deve completar as frases com o verbo correto, no presente simples.

ENDEREÇOS ELETRÔNICOS CONSULTADOS

1. 
New English File 
2. 
Read in Web

3. Dicionário monolíngue online - Dicitionary.com